Simpósio

Venerável Padre Rodolfo Komorek

"Um Santo para todos os tempos"

Paróquia Sagrada Família

Quando: 11 e 12/10/2019

* Inscrições Encerradas *

 

 

 

Conheça a música feita em honra ao Padre Rodolfo Komorek

Colaboradores


Padre Rodolfo

A santidade é composta de uma multidão de pequenos atos.
Venerável Padre Rodolfo Komorek

Parceiros


Centro Universitário Salesiano de São Paulo
Diocese de São José dos Campos
Inspetoria Salesiana Nossa Sra Auxiliadora
Paróquia Sagrada Família

Patrocinadores


Compumax Informática
Faculdade Católica SJC
Instituto São José

O Simpósio


Objetivos

O Venerável Padre Rodolfo Komorek foi uma figura marcante como sacerdote e como cidadão, tendo desempenhado seu ministério, no Brasil, por 25 anos. Ainda em vida, o povo o chamava de “O Padre Santo”.

O Simpósio Venerável Padre Rodolfo Komorek tem o objetivo de proporcionar oportunidade para reunir especialistas e interessados na figura e na obra do Venerável Padre Rodolfo, visando aprofundar a compreensão dos impactos e repercussões religiosas, sociais, culturais, históricas e humanitárias da sua vivência em busca da santidade.

Local

Todas as atividades do Simpósio serão realizadas nas instalações da Paróquia Sagrada Família

Rua Padre Rodolfo, 28 - Vila Ema – São José dos Campos/SP
Estacionamento na Rua Augusto Edson Ehlke, 51

Organização

A organização geral deste Simpósio está a cargo da Paróquia Sagrada Família e da Inspetoria Salesiana Nossa Senhora Auxiliadora (Estado de São Paulo), em parceria com o Centro Universitário Salesiano (Unisal/ Lorena, S.P.)

Coordenadores
Padre Camilo Profiro da Silva (S.D.B.)
Tânia Maria da Costa Esteves de Campos

Comitê Organizador
Irmão Alberto Gobbo (S.D.B.)
José de Sá Carvalho Junior
Geremias Domiciano Pereira
Maria Nicéia Moliterno Pereira
Ana Márcia Ferreira Ferraz d'Amore
Antonio Roberto Formaggio

Programação do Evento

11 / OUT


18:30
Credenciamento
Auditório
19:30
Missa
20:30
Composição da mesa
Auditório
20:45
Abertura oficial
Auditório
21:00
A Santidade é também para você (vídeo)
Auditório

12 / OUT


08:00
Animação
08:30
A São José dos Campos nos tempos de Pe Rodolfo Komorek
Prof. Edo Paiotti
09:20
Venerável Pe Rodolfo Komorek um santo para todos os tempos
D. Hilário Moser, SDB
10:10
Coffee break
10:30
Devoção, causa e o processo canônico do Venerável Pe. Rodolfo Komorek: uma leitura antropológica
Dr. Hugo Ricardo Soares
11:20
Discussões
12:15
Almoço
13:45
Testemunhos
14:45
O histórico Venerável Pe Rodolfo
Visita ao Memorial
15:45
Preparação para a missa
16:00
Missa
D. César, SDB – Bispo da Diocese de São José dos Campos
17:05
Encerramento e entrega dos certificados

Conferencistas


Palestrante

Dom Hilário Moser, SDB

Dom Hilário Moser é membro da Congregação dos Salesianos de Dom Bosco. Doutor em Teologia Dogmática, lecionou por muitos anos essa matéria no Instituto Teológico Pio XI, em São Paulo, onde também exerceu o cargo de reitor. Foi provincial da Província Salesiana de São Paulo, posteriormente reitor do Instituto Teológico Salesiano Internacional, em Roma. Em 1988, o Papa João Paulo II nomeou-o bispo auxiliar de Olinda e Recife; em 1992, confiou--Ihe a Diocese de Tubarão, SC. Hoje é bispo emérito e reside em São Paulo.

 

Palestrante

Dr. Hugo Ricardo Soares

Graduado em História (Unicamp), mestre  e doutor em Antropologia Social pelo Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social do IFCH - Unicamp. Durante o doutoramento,  fez estágio na Università degli Studi di Udine e pesquisa nos arquivos salesianos em Roma, Itália. Tendo o catolicismo como interesse principal de estudos, desenvolve pesquisas sobre práticas devocionais, processos institucionais de canonização e produção de narrativas hagiográficas. Também tem se dedicado ao estudo e a tradução de pesquisas de historiadores e antropólogos italianos pertencentes à Escola Italiana de História das Religiões. Atualmente é pesquisador do Laboratório de Antropologia da Religião - LAR (Unicamp). Área de especialização: Antropologia da Religião, Antropologia do Catolicismo e História das Religiões.

Dissertação de Mestrado: "A Produção Social do Santo: um estudo do processo de beatificação do Padre Rodolfo Komorek". Defendida em 2007.

Tese de Doutorado: "Devoção, causa e processo canônico do padre Rodolfo Komorek: um estudo sobre a produção da santidade no catolicismo". Defendida em 2015.

Palestrante

Padre Justo Ernesto Piccinini

O Padre Piccinini tem 56 anos, fez a primeira profissão em 31 de janeiro de 1981,a profissão perpétua em 31 de janeiro de 1987 e foi ordenado sacerdote em Massaranduba/SC em 05 de janeiro de 1990.

Viveu toda a sua formação inicial em nossa inspetoria, excetuando o tirocínio vivido na Amazônia, tem um inquestionável amor por ela e uma larga experiência de serviço à missão salesiana e trabalhou em várias casas/presenças, nos diversos ambientes e serviços: obras sociais (Lorena/Bom Retiro/Lapa), casas de formação (Pré- noviciado e Teologado), Paróquias (Lapa/Bom Retiro) Escolas (Santa Teresinha/Cruzeiro) e Ensino Superior (Faculdade de Lorena/UNISAL Santa Teresinha/Lapa). Conferem também experiência ao Padre Piccinini as funções por ele desempenhadas ao longo do tempo: foi coordenador de pastoral, ecônomo, pároco, formador e diretor.

Palestrante

Prof. Edo Paiotti

Edo Paiotti, professor de História (Unitau), bacharel em Economia e Direito (Univap), casado
com Maria Célia Villela Paiotti, pai de três filhos (Ana Paula, professora, Luís Fernando,
advogado e Luís Roberto, engenheiro) e seis netos.
Nasceu em Barra Mansa, RJ, 23/08/1940, morou em Quiririm (Taubaté). A Família Paiotti veio
para São José dos Campos em 1951, o pai, Elia Paiotti, teve um pequeno negócio no Jardim
Santa Madalena (entre o Jardim Maringá e a Rua Serimbura). Após concluir o colegial
trabalhou na Alpargatas e na General Motors. Formou-se professor em 1964, lecionou em
Monteiro Lobato, no “Silva Prado” em Jacareí, no “Estevam Ferri”, em Itapeva (sul do Estado
de São Paulo), retornou já casado e lecionou na EEPSG “Professor José Vieira Macedo”, no
“Olavo Bilac”, na ETEP, na EEI, na Univap, na Unitau e no Instituto de Filosofia Santa Terezinha.
Participou da Igreja do Padre Rodolfo desde a época do padre Tarzan, viu o lançamento da
nova e atual igreja Sagrada Família, jogou no campinho no Esporte Clube Brasil existente no
local da atual igreja Sagrada Família e lamentou-se junto com muitos pelo desaparecimento do
campo de futebol. Hoje é historiador e membro do IEV (Instituto de Estudos Valeparaibanos).

Fale Conosco


Secretaria do Simpósio Venerável Padre Rodolfo Komorek

(12) 3921-9460
(Paróquia Sagrada Família)

WhatsApp

(12) 98267-2901